Histórico

Na metade da década de 1990 inúmeras Organizações Não Governamentais foram criadas após as discussões da ECO 92 que alertou sobre os grandes desafios socioambientais que a humanidade deveria enfrentar.

O Instituto Pró-Terra fez parte deste movimento Global e iniciou seus trabalhos em 1993 com uma serie de mutirões de Plantios nas margens do Rio Jaú no perímetro urbano da cidade de Jaú/SP com o objetivo de aumentar a cobertura vegetal nativa nesta região. Nesta época foram muitas árvores implantadas entre elas Jequitibás, Jatobás, Perobas, Imbaúbas, Cedros e outras que podem ser observadas 16 anos depois com grande exuberância e grandeza. Alguns anos depois o Instituto Pró-Terra até então chamado de “Grupo Ecológico Pró-Terra” sentiu a necessidade de chamar a opinião publica sobre os temas socioambientais da atualidade e criou o Programa radiofônico “Papo Verde” que em parceria com a rádio Jauense apresenta até hoje assuntos para conscientização ambiental.

No final da década de 1990, o Pró-Terra buscou desenvolver uma série de ações públicas de conservação de patrimônios históricos da cidade de Jaú como praças centenárias, monumentos públicos além de vários mutirões de limpeza das margens do Rio Jaú.

A Consolidação do Instituto Pró-Terra nesses 16 anos não seria possível sem a contribuição de uma centena de voluntários que atuaram na Instituição ao longo desse tempo, assim como dezenas de colaboradores (estudantes, amigos, pesquisadores, especialistas, etc). Além disso, foi essencial o papel desempenhado pelos seus diretores executivos que sempre estrategiaram, filosofaram e desenvolveram ações em prol da comunidade.

O Instituto Pró-Terra tem contato com uma parceria sólida, ampla e produtiva com dezenas de instituições públicas, privadas, não governamentais e universidades em suas múltiplas atividades, além da parceria de financiadores nacionais e internacionais que generosamente tem contribuído para o desenvolvimento de inúmeros projetos socioambientais.